17 julho 2016

Top 5: Fantasia




Sinopse: Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.

Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo.

Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense

19 abril 2016

[Resenha] Psicose, Robert Bloch

Psicose



Sinopse: Livro que deu origem ao mais famoso filme de suspense de todos os tempos. Psicose conta a história de Marion Crane, que foge após roubar o dinheiro que foi confiado a ela depositar num banco. Ela então vai parar no Bates Motel, cujo proprietário é Norman Bates, um homem atormentado por sua mãe controladora. Belo suspense, de tirar o fôlego!

Páginas: 240
Editora: DarkSide

28 março 2016

[Resenha] Só Você



Ano: 2015 
Páginas: 224
Editora: Novo Século
Autora: Manu Rolim
Sinopse: A linda estudante pernambucana Ellis decide passar suas férias de verão na paradisíaca Praia dos Reis, onde se envolve na relação mais sensual e intensa de sua vida com um homem irresistivelmente atraente e possessivo: o médico Felipe. Acostumado a ter todas as mulheres que deseja e descartá-las em seguida, logo percebe que com essa garota as coisas seriam diferentes. Felipe está disposto a fazê-la só dele e não medirá esforços para isso. Um verão com muita paixão, muito sexo, muita intensidade... Dizem que amor de verão não dura para sempre. Será esse capaz de superar o ciúme, a distância e a volta à realidade?






26 março 2016

[Sinopse] Confusões em Paris




Ano: 2011 
Páginas: 222
Autora: Vanessa Sueroz 
Editora: Ixtlan
Sinopse: "Como foi que isso tudo aconteceu mesmo? 
Eu nem ao menos entendi como meus pais concordaram em me dar dois dias de folga da escola. Eu sei que já tenho idade suficiente para perder aulas… Ter dezessete anos hoje em dia não é nada fácil, mas perder aula? Que graça tem ficar em casa se não posso nem entrar na internet? 
— Alguém me explique como eu fui me meter nessa encrenca toda? Por que eu fiz isso? 
— Não nos olhe com essa cara Paty. Você concordou! — disse Gabriela me olhando entediada. 
Como não vou olhar para ela assim? Tudo deve ser culpa da Gabi. Ela que é amiga dos garotos! Essa carinha de anjo dela não me engana! 
— Por que não para de pensar em como aceitou e tenta se divertir um pouco? — me perguntou o César, mais entediado que a própria Gabi. 
Como vou me divertir estando a caminho dos piores quatro dias da minha vida? Em quatro dias vão acontecer às piores coisas da minha vida. Meu Deus! Eu fui sequestrada e pelos meus melhores amigos." 

O sonho de todo jovem é viajar para outro país só acompanhado dos amigos. Um grupo de nove amigos consegue alguns dias de folga na escola e resolve pegar um avião rumo a Paris. 
A confusão começa porque não avisam Patrícia sobre a viagem e muito menos para onde estão levando a pequena ruiva. 
Em Paris e sem nenhum adulto por perto, os nove jovens vão aprontar muito, principalmente quando todos resolvem se juntar para fazer Ricardo e Patrícia se entenderem, o que nunca aconteceu antes. 
O que nove adolescentes são capazes de fazer sozinhos em um país desconhecido?

19 março 2016

[TAG] Leitura Digital

 Wow. Que saudade de fazer tags! Essa tag é de algumas perguntinhas sobre livros digitais e leituras digitais e eu achei super legal responder aqui porque eu amo leitura digital pela praticidade e facilidade.
Ahhh, você podem ver o vídeo original da criação da tag nesse link >> http://goo.gl/NWHnFT

Go, go.

Qual dispositivo você utiliza para ler seus ebooks? e-reader, tablet ou pc?
Bem, comecei a leitura digital pelo pc, depois ganhei um Kobo Glo e um Lev, mas atualmente leio mais com o Kobo Glo. 
Quantos ebooks vc já  leu desde que aderiu o livro digital?
Tem dois anos que eu tenho o Kobo Glo - se não for um pouco mais - e como mesmo tendo o livro eu prefiro ler por ele, acho que mais de 150 ebooks. 
Qual o idioma predominante dos seus ebooks?
 Português, claro. Apesar de eu ler razoavelmente em espanhol, consigo poucos livros nesse idioma.
Você compra ou aproveita promoções de livro gratiuito?
Muito raramente compro livros digitais, só me lembro de ter comprado três, desde que ganhei os leitores e só porque eu queria MUITO ler o livro e não teria como comprar o físico. Normalmente corro para aqueles sites livres cheios de livros disponíveis para download. Como o Kobo Glo ler bem, muitos tipos de arquivo - inclusive CBR, ideal para mangás e HQs - eu acabo baixando muitos.
Você aproveita para ler clássicos ou novos autores?
Muita raridade eu ler clássicos. Para ser sincera eles não me atraem muito.
     
Você tem ebooks de livros físicos para que possa ler em qualquer local e não precise levar livro atrás? 
SIM. Como disse antes, mesmo tendo o livro eu prefiro ler no dispositivo por ser mais leve, mais prático, me permitir ajustara leitura ao meu gosto e ter luz própria. Imagina, eu louca pra ler Sob a Redoma e podendo ler no Kobo, saio com o livro pra cima e pra baixo.

17 março 2016

[Resenha] O Vilarejo,Raphael Montes



Sinopse: Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.
As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

Páginas: 96


16 março 2016

[Semana Pérolas da Minha Surdez] Entrevista





O que a levou a escrever? Escrever sempre foi um hábito teu? (feita pelo Blog Blá Blá Blá da Lis e pelo Blog Devaneios Estrellares)

R. Hum... pergunta capciosa.... Existem muitos fatores que eu poderia considerar como aqueles iniciais. E não, escrever não é um hábito de tempos remotos. Ler sempre foi!
Com poesias, foi bem simples e começou na adolescência: o sentimento vinha, as palavras vinham logo depois e tudo escapava para o papel. Já os contos e livros foram bem mais atuais e é mais difícil saber o que motivou. Ler (de tudo! Livros, jornais, revistas, outdoor) é um fator, óbvio. Mas não o suficiente para que eu deixasse a zona de leitor e passasse a de escritor. Eu tinha muitas ideias do tipo “E se...” e as anotava mas nunca as desenvolvi, nem pensava em livros publicados. Até ver um curso e uma chamada para antologia. E pensei... “por que não tentar?” E estamos aqui, dois anos depois.

15 março 2016

[Resenha] Eu te Amo mais





Autora: Vanessa Sueroz
Ano: 2011
Páginas: 20
Editora: Independente
Sinopse: Marlene resolve escrever uma carta ao namorado lhe 
contando porque ela lhe ama mais e quais as consequências disso.















[Semana Pérolas da Minha Surdez] Quotes & Curiosidades



 Título: Pérolas da minha surdez
Autora: Nuccia De Cicco
Editora: wwlivros
Gênero: não ficção / autobiografia
ISBN: 978-85-68175-34-7
Ano: 2016
Páginas: 122
Sinopse: Música, buzina, despertador e então... silêncio. Como se acostumar a não ter som e precisar aprender a se comunicar novamente?
As pessoas dizem verdadeiras pérolas sobre surdez, pois a maioria desconhece o assunto. Não compreendem o que é lidar com a ausência de um sentido tão importante, algo que sempre teve, sempre fez parte da sua vida, até o perder. E, então, ter de reinventar todas as suas verdades.
Nesta obra, a autora narra experiências de sua vida após o diagnóstico de surdez total irreversível, buscando ampliar o (re)conhecimento sobre o tema na sociedade. São histórias singulares, divertidas e complicadas, sobre paixões, curiosidades, tecnologias, preconceito, aprendizado e, principalmente, luta e força de vontade. 
Um livro que trilha o caminho em direção dos que almejam encontrar respeito aceitação e voz.

14 março 2016

[Semana Pérolas da Minha Surdez] Apresentação da autora



Oie gente
No próximo dia 19 será o lançamento do livro Pérolas da Minha Surdez da autora Nuccia de Cicco. Durante essa semana haverá todo dia uma postagem pra divulgar o livro, pra vocês conhecerem um pouco mais sobre a autora e o seu trabalho, espero que vocês gostem.


[Resenha] Unhas, Paulo Wainberg

Sinopse: Ele era contador, tinha uma vida tranquila de classe média, esposa e filhos, um escritório com secretária e uma rotina sem transtornos. Porém, ao deparar-se com um desconhecido na recepção de um hotel, descobriu sua verdadeira vocação: ser um exterminador de paixões proibidas. Esta revelação mudou a vida deste homem até então tão tranqüilo.
Os mandantes do crime são pessoas aparentemente normais, porém, almas atormentadas por uma paixão impossível. Há, por exemplo, o professor e pai de família que apaixona-se por sua aluna e larga todos para viver esse amor. Mas a jovem logo fica entediada e o abandona. Ele não suporta a perda e decide matá-la.

Em um clima de suspense, que perpassa todas as páginas do livro, o escritor Paulo Wainberg, prende a atenção do leitor ao mergulhar na mente de um psicopata e não poupar detalhes, mesmo os mais cruéis
Páginas: 256

12 março 2016

[Resenha] Hellraiser, Clive Barker



Sinopse: Escrito em 1986, Hellraiser – Renascido do Inferno apresentou ao público os demoníacos Cenobitas, personagens criados por Clive Barker que hoje figuram no seleto grupo de vilões ícones da cultura pop como Jason, Leatherface ou Darth Vader. Toda a perversidade desses torturadores eternos está presente em detalhes que estimulam a imaginação dos leitores e superam, de longe, o horror do cinema. 
Páginas: 160
Editora: Dark Side


Nem imaginava, ao ler esse livro que já o conhecia tão bem e ainda assim fui capaz de ser surpreendida inenarravelmente.

11 março 2016

[Resenha] Por que Indiana,João?







Ano: 2014
Páginas: 208
Autor: Danilo Leonardi
Editora: Giz Editorial
Sinopse: Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas.
Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet.
João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor.
“Por que Indiana, João?” é o livro de estreia de Danilo Leonardi, editor do canal “Cabine Literária” e parte de uma história quase comum para falar sobre algo que não deveria ser tão comum assim e que faz parte da vida de muitos adolescentes, jovens e até de adultos: o bullying.

08 março 2016

[ Top 5] Livros escritos por mulheres







Sinopse: Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis.
Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.

05 março 2016

[Parceria] Manu Rolim

Oi gente
Apresento a vocês a autora Manu Rolim, que agora é parceira do blog, vamos lá conhecer um pouco do trabalho dela.







Manu Rolim. Nascida em Arcoverde, sertão pernambucano. Fonoaudióloga,
microempresária, autora e como eu mesmo gosto de me definir uma sonhadora
incorrigível. Apaixonada pela família, amigos, músicas e livros. Em janeiro
de 2015 resolvi me aventurar no mundo da escrita. E com a mente cheia de
idéias e muita dedicação inicio minha carreira como autora com o livro Só
Você um romance quente e contemporâneo

29 fevereiro 2016

[Resenha] Refúgio







Ano: 2012 
Páginas: 222
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Sinopse: Apresentado ao público pela primeira vez no suspense Alta tensão, Mickey Bolitar se vê obrigado a ir morar com seu tio Myron, um ex-agente do FBI, após testemunhar a morte do pai e internar a própria mãe numa clínica de reabilitação. Agora o rapaz precisa se esforçar para conviver com o tio, de quem nunca gostou muito, e ainda se adaptar ao novo colégio.
Para sua sorte, ele logo arruma uma namorada, a doce Ashley, que também é nova na escola. Quando sua vida parece estar entrando nos eixos, o destino lhe reserva uma surpresa: Ashley desaparece misteriosamente.
Determinado a não perder mais uma pessoa importante em sua vida, Mickey contará com a ajuda de seus novos amigos, os excêntricos Ema e Colherada, para seguir o rastro da namorada.
Para piorar, uma idosa reclusa da vizinhança lhe conta que seu pai ainda está vivo, sem dar maiores explicações. Quando esses dois mistérios se cruzam, Mickey descobre que está envolvido numa rede de intrigas que o levará a questionar a vida que acreditava ter.
Perspicaz e esperto como o tio Myron, Mickey está disposto a fazer tudo o que for preciso para salvar as pessoas que ama.

23 fevereiro 2016

[Resenha] Zeck Death




Ano: 2014
Páginas: 279
Autor: Acácio Brites
Editora: Clube de Autores
Sinopse: Zeck Colossus é um vampiro amaldiçoado do século XI. Nascido na época da fúria viking, Zeck cresceu em um lar de sangue, ódio e magia negra. Após séculos, ele e sua família vão morar em um castelo na cidade de Haunted. Onde sangue, bebidas e música são os únicos prazeres que enganam seus corpos vazios e mortos. É quando Zeck conhece a misteriosa Sarah Hitchens, uma linda jovem com o passado desconhecido. Juntos, é criada uma paixão proibida, mas é com esse amor que surge o pior dos pesadelos. O Ceifador de almas cria um jogo mortal para arrastá-los para o inferno. Uma corrida contra o tempo se inicia e a batalha entre o céu e o inferno será contada em Zeck Death - O ceifador do milênio.

01 fevereiro 2016

[Resenha] O lado feio do amor







Ano: 2015 
Páginas: 336
Editora: Galera Record
Autora: Colleen Hoover
Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

19 janeiro 2016

Livros com temas polêmicos








Sinopse: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.


16 janeiro 2016

Top 5: Sick-lit







Sinopse: O livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Em um manifesto em favor da gentileza, ele enfrenta uma missão nada fácil quando começa a frequentar a escola pela primeira vez: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

01 janeiro 2016

Livros que quero ler em 2016







Sinopse: Sensações de vazio, fadiga, medo, depressão, fragilidade, bloqueio e falta de criatividade são sintomas cada vez mais freqüentes entre as mulheres modernas, assoberbadas com o acúmulo de funções na família e na vida profissional. Esse problema, no entanto, não é recente, acredita a psicóloga junguiana Clarissa Pinkola Estés. Ele veio junto com o desenvolvimento de uma cultura que transformou a mulher numa espécie de animal doméstico.
Através da interpretação de 19 lendas e histórias antigas, entre elas as de Barba-Azul, Patinho Feio, Sapatinhos Vermelhos e La Llorona, a autora identifica o arquétipo da Mulher Selvagem ou a essência da alma feminina, sua psique instintiva mais profunda. E propõe o resgate desse passado longínquo, como forma de atingir a verdadeira libertação.
Técnicas da psicologia junguiana e algumas formas de expressão artísticas ligadas ao corpo podem ajudar na tarefa, mas a compreensão da natureza dessa mulher selvagem, com todas as características de uma loba, é uma prática para ser exercida ao longo de toda a vida.